Arquivo da categoria: Champagnes

Visão de homem – Dia Internacional da Mulher

dia da mulherE se em vez de dar flores eu lhe desse um vinho tinto?

Se em vez de chocolate a levasse a um churrasco e harmonizasse com uma cerveja IPA.

Se em vez do óbvio de um frasco de perfume brindássemos esse dia com duas taças de espumante? Tomaríamos cada gole com plena satisfação, como se não houvesse o amanhã.

Vinho branco alivia o calor e refresca nossas vidas e pensamentos nos transmitindo lucidez.

Vinho rosé, assim como as rosas não seriam nada mal para gritar, enaltecer e dizer que sim, elas podem, elas conseguiram e esse dia é delas, só delas, pois eis que todas as mulheres se fazem merecedoras. Por tudo que sofreram e ainda sofrem, por tudo que passaram e ainda passam e por tudo que ainda hão de conquistar.

Mulheres guerreiras, verdadeiras, batalhadoras e fortes, que não se rendem ao machismo ultrapassado e nem tentam esconder seus desejos e vontades, e fazem sim aquilo que querem e não precisam dar satisfação a ninguém, só a elas mesmas.

A elas, a todas elas eu abro a minha melhor cerveja, escolho o vinho mais especial da minha adega, corro até o empório e procuro o espumante mais difícil de encontrar, porque foi ela quem pediu, e eu faço com prazer e aguardo a minha vez.

Obrigado por existirem e por abrilhantarem o mundo a cada dia com a existência de vocês.

Um brinde as Mulheres!

Wellington Mercês

CAVALHEIRISMO X MACHISMO

cavalheirismoxmachismoO dia 8 de Março é o dia internacional da Mulher. Apesar de não ser comprovado, diz-se que o dia foi escolhido devido a uma manifestação numa fábrica pela igualdade de direitos em 1911, que foi reprimida tão violentamente que acabaram por trancar as trabalhadoras na dita fábrica e queimaram-na, tendo morrido 125 mulheres!

Apesar de hoje em dia não vermos situações extremas desse nível, as mulheres ainda têm uma longa luta a travar até conseguir a igualdade de direitos. Segundo as Organização das Nações Unidas, em média, uma mulher ganha 27% menos que um homem que exerça a mesma função!! Por isso a existência desta data e da necessidade de um dia para relembrar que ainda temos um longo caminho a fazer.

Eu sempre fiquei na dúvida entre o cavalheirismo e o machismo, principalmente no Brasil. Por exemplo, o homem pagar a conta nos primeiros encontros! Será machismo, será somente cavalheirismo? Isso acontecia antes porque a mulher não tinha a sua independência financeira, porque não tinha como pagar…e agora? O que aconteceria se, no primeiro encontro, depois de uma noite num bar, a mulher dissesse “Deixa que esta fica por minha conta”? Aposto que mesmo o garçon ia ficar olhando para o homem com cara feia. Entendem? Machismo, não cavalheirismo! Mesmo a abordagem de homens em bares, o pagar bebidas para mulheres, principalmente se estiverem sozinhas….novamente, imaginem a situação ao contrário, uma mulher pagar uma bebida a um homem que estivesse sozinho no bar…..qual seria a reação? Achar que ela estava sendo oferecida seria a primeira, sem dúvida alguma!

Enfim…

Temos um longo caminho para retirar esses pequenos “machismos” de nós mesmos, que são tão inconscientes que nem pensamos neles dessa forma… Então hoje seja diferente! Lute contra esse machismo! Ofereça vinhos e cervejas em vez de flores, empodere as mulheres da sua vida de outra forma! Cozinhem, lave a louça, faça massagem nos pés dela! E se saírem hoje, só hoje, deixaremos que paguem a conta!

Manu de Lima Gomes